Anterior

Secretaria de Educação divulga portaria que regulamenta ano letivo 2016

17/01/2016

Anterior

Próxima

MEC marca posse da nova reitora da Ufal

17/01/2016

Próxima
17/01/2016 - 13:09
Taxa de informalidade no país alcança 45,1% no final de 2015
Por: Jean Felix

Foto: Arquivo / Sertão na Hora

A taxa de informalidade no mercado de trabalho do país vem crescendo desde o segundo semestre de 2014, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Com dados da pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), a última nota técnica divulgada pelo instituto sobre o assunto revelou que a taxa de informalidade vinha em tendência de queda até o segundo trimestre de 2014, quando atingiu 43,9%, mas não durou muito. Ela passou a subir, alcançando 45,1% no terceiro trimestre de 2015.

A pesquisa ainda apontou que a taxa de transição de trabalhadores de empregos formais para empregos informais atingiu uma média de 7,5% entre o quarto trimestre de 2014 e o terceiro trimestre de 2015. O índice revela quantos trabalhadores migraram do setor coberto por beneficíos garantidos pela legislação trabalhista para o segmento desprotegido do mercado de trabalho.

O setor de Serviços de Assistência Social sem Alojamento lidera o ranking dos trabalhadores que mais migraram para informalidade, com 19,9%. Seguidamente, encontra-se o setor de construção e incorporação de edificíos (18,2%); atividades de prestação de serviços de informação (18,1%); outras atividades de serviços pessoais (18,1%); reparação e manutenção de equipamentos de informática e comunicação (17,1%) e pesca e aquicultura (14,3%).

"Vale notar que quase todos os setores que tiveram maior peso no fluxo de empregos do formal para o informal também contribuíram mais para a taxa total de desligamentos (com aumento no número de demissões) e para a taxa total de variação líquida de empregos (com recuo na variação líquida de empregos)", ressaltaram os autores Brunu Amorim e Carlos Henrique Corseuil, na nota técnica.

Fonte: CNM






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.