Anterior

Apresentações culturais marcam o Dia da Consciência Negra em Santana

24/11/2017

Anterior

Próxima

Semarh entrega sistema de abastecimento em Água Branca e beneficia 17 famílias

25/11/2017

Próxima
25/11/2017 - 08:56
Governo Presente leva consultas em ortopedia e cardiologia para sertanejos

Moradores de Piranhas, Delmiro e Mata Grande receberam atendimento humanizado
Por: Texto de Marcel Vital
 Foto: Carla Cleto 

Os moradores de Piranhas, Delmiro Gouveia e Mata Grande, no Alto Sertão de Alagoas, receberam, nesta quinta-feira (23), a VIII edição do Governo Presente, promovido pelo Governo do Estado. Durante a ação, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) levou consultas especializadas em ortopedia, além de atendimento cardiológico, com o propósito de detectar, precocemente, problemas cardíacos e ortopédicos, beneficiando a população com maior qualidade de vida e dignidade.

Foi o caso do agricultor Manuel de Jesus Rodrigues, que tem 73 anos e há dois sofre com problemas no joelho direito. Durante a consulta, ele descobriu que possui um “derrame articular”, mais conhecido como “água no joelho”. De acordo com o médico que o atendeu, Manuel precisará tomar dois medicamentos ao dia para aliviar as fortes dores, além de manter repouso absoluto. 

“Geralmente, o próprio organismo absorve o líquido. No entanto, se o acúmulo for excessivo, que geralmente é o que provoca as dores, ele precisará passar pela “punção”, procedimento no qual retiramos o líquido com uma seringa”, explicou o ortopedista. 

Para o agricultor, a ação é muito importante, porque consegue atingir um número de pessoas que não têm condições de ir ao médico e receber orientações que possam mudar suas vidas. “Um médico que eu fui no início deste ano atestou para mim que não tinha total condição de voltar a andar. Quando cheguei aqui, a situação foi completamente diferente. O ortopedista está de parabéns pelo atendimento e isso me encorajou muito a procurar meios de resolver essa questão”, elogiou. 

De acordo com a assessora técnica da Sesau, Alessandra Viana, a ação é importante para levar à sociedade serviços de saúde que são de grande demanda da população. “O povo do Sertão Alagoano que busca exames, atendimento especializado, ou qualquer orientação profissional, pode participar da VIII edição do Governo Presente. É uma forma de a população ter acesso mais ágil e eficiente aos serviços da Sesau. Sem dúvidas, nossas ações servirão de exemplo para que façamos outras edições como esta, no sentido de levar qualidade de vida ao sertanejo”, destacou. 

VIII Edição - Os serviços organizados pela Sesau estão sendo disponibilizados nas arenas que estão instaladas em Piranhas, Delmiro Gouveia e Mata Grande e que estão funcionando das 8h às 17h. Contudo, moradores de municípios circunvizinhos, como Olho d’Água do Casado, Pariconha, Água Branca, Canapi e Inhapi, também poderão se beneficiar com ações de saúde e bem-estar. 

Além das consultas médicas, a população está contando, ainda, com exames especializados, como controle da obesidade, da hipertensão, medição da glicemia e testes rápidos de hepatites virais, HIV e sífilis. Também estão sendo disponibilizados exames orais para a detecção precoce do câncer bucal e os moradores podem se vacinar contra a hepatite B, tétano e HPV, no caso dos adolescentes. Os moradores estão sendo orientados, ainda, sobre como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. 

Mata Grande – Na Arena Bem-Estar, localizada no município de Mata Grande, a população teve acesso a massagens, ginástica laboral e funcional, bem como a kits lanches com supervisão de um nutricionista. No local, o agricultor José Roberto dos Santos, 50 anos, que, desde 2014 está sem trabalhar, devido a problemas na coluna, como o “bico-de-papagaio”, osteoporose, hérnia de disco, coluna lombada e desviada, foi um dos atendidos. 

Segundo ele, as dores fortes durante a noite o impedem de ter um sono tranquilo e relaxante. “Gostei muito do serviço, porque as dores que eu estava sentido ontem diminuíram. Espero que venha mais vezes para minha cidade, pois não tenho condições de ir ao médico, já que eu sobrevivo com R$ 144 por mês, para o meu sustento e de toda minha família”, disse ele, emocionado. 






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.