Anterior

CEO enfrenta o Santa Cruz de Taquarana em partida amistosa visando o Alagoano

06/01/2018

Anterior

Próxima

Homem é assassinado com vários tiros na cidade de Água Branca

07/01/2018

Próxima
06/01/2018 - 19:00
Chesf eleva vazão do Rio São Francisco de 550 m³/s para 1000 m³/s e causa prejuízos em AL e SE

Água inundou imóveis à beira do rio e levou mesas, cadeiras e barcos nos municípios de Piranhas-AL e Canindé do São Francisco-SE.
Por: Redação Sertão na Hora
 Foto: Cortesia / Sertão na Hora 

A Chesf informou que no final desta sexta-feira (5), em virtude de déficit de geração éolica, não previsto, e da elevação da demanda da região Nordeste, foi necessária a elevação de geração das usinas operadas pela empresa no Rio São Francisco, para patamares superiores ao programado. Este aumento de geração na Usina de Xingó, resultou na elevação da vazão defluente atualmente praticada de 550 m3/s para 1000 m³/s na madrugada deste sábado (6).

Após a redução do consumo na região Nordeste, os patamares de geração retornaram aos valores programados. De imediato foram adotadas as providências para retorno a operação previamente programada (vazão defluente na Usina de Xingó de 550 m3/s).

Nas primeiras horas da amanhã deste sábado, o aumento da vazão fez com que o nível do Rio São Francisco subisse e provocasse prejuízos para comerciantes e pescadores na cidade de Piranhas. No começo da tarde, o nível já havia voltado ao normal.

Os piranhenses dizem que não foram avisados da medida, e a Chesf, diz que o procedimento foi feito de forma emergencial, a pedido do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), e não houve tempo para informar à população.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.