Anterior

Pente-fino deve gerar economia de R$ 20 bilhões nas contas do INSS

20/01/2018

Anterior

Próxima

Adolescente de 15 anos é morta com tiro na testa por namorado durante uma suposta brincadeira

20/01/2018

Próxima
20/01/2018 - 15:15
8.072 famílias recebem R$ 1,7 milhões do Bolsa Família em Santana do Ipanema

Este mês, o pagamento começa dia 18. Programa inicia 2018 mantendo fila de espera zerada.
Por: Redação Sertão na Hora com MDS
 Foto: Jean Souza 

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) vai repassar mais de R$ 1,7 milhões aos beneficiários do Bolsa Família em Santana do Ipanema, neste mês de janeiro. O pagamento teve início na quinta-feira (18) e segue até o dia 31. Cerca de 8.072 famílias santanenses receberão o benefício, que este mês terá o valor médio de R$ 221,36. Em Alagoas, 409 mil famílias recebem o benefício. São mais de R$ 75 milhões repassados para os municípios do Estado.

O programa inicia 2018 mantendo a fila de espera zerada. Dessa forma,    o cidadão que possui perfil para ingressar no Bolsa Família poderá receber o benefício de maneira rápida e sem burocracia. Neste mês, 225 mil novas famílias entraram no programa.

Para garantir que o benefício chegue a quem realmente precisa, o governo federal vem aperfeiçoando os mecanismos de controle, fazendo um cruzamento das informações declaradas pelos beneficiários no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal com as que constam nas diversas bases de dados oficiais.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, a melhoria da gestão do Bolsa Família assegura que as famílias mais pobres do país tenham acesso ao benefício. “Pessoas que nunca deveriam ter entrado no programa saíram, e aquelas que realmente precisavam passaram a receber. O objetivo do Bolsa família é evitar que as famílias mais pobres passem fome. Nós estamos cumprindo isso e garantindo o acesso dos mais necessitados, agora sem fila de espera”, destacou. 

Confira o pagamento por município.

Pagamento do Bolsa Família - Janeiro 2018
Região UF  Famílias   Totais 
(R$) 
 Benefício médio 
CENTRO OESTE DF             80.959            12.984.317,00         160,38
GO           311.530            46.719.691,00         149,97
MS           127.593            21.474.198,00         168,30
MT           163.564            26.027.960,00         159,13
CENTRO OESTE           683.646          107.206.166,00         156,82
NORDESTE AL           409.000            75.696.820,00         185,08
BA        1.850.846          330.840.098,00         178,75
CE        1.053.101          187.579.449,00         178,12
MA           992.053          205.019.167,00         206,66
PB           519.169          100.698.228,00         193,96
PE        1.164.084          203.883.658,00         175,15
PI           449.586            91.154.695,00         202,75
RN           348.507            61.333.852,00         175,99
SE           281.625            46.456.395,00         164,96
NORDESTE         7.067.971       1.302.662.362,00         184,30
NORTE AC             87.155            22.275.575,00         255,59
AM           391.210            87.294.003,00         223,14
AP             70.987            14.970.301,00         210,89
PA           941.153          183.909.317,00         195,41
RO             83.862            12.398.420,00         147,84
RR             44.226              9.063.988,00         204,95
TO           126.888            22.679.562,00         178,74
NORTE         1.745.481          352.591.166,00         202,00
SUDESTE ES           171.421            27.983.316,00         163,24
MG        1.071.077          180.107.528,00         168,16
RJ           829.261          142.245.465,00         171,53
SP        1.564.882          249.212.112,00         159,25
SUDESTE        3.636.641          599.548.421,00         164,86
SUL PR           375.918            57.045.841,00         151,75
RS           369.639            59.562.564,00         161,14
SC           122.043            19.979.080,00         163,71
SUL            867.600          136.587.485,00         157,43
Total Geral      14.001.339       2.498.595.600,00         178,45

Saque – Para saber o dia em que é possível sacar o dinheiro, deve-se observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão. No primeiro dia, recebem as famílias com NIS de final 1. No segundo dia, os cartões terminados em 2 e, assim, sucessivamente.

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda direcionado às famílias em situação de pobreza (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00) e de extrema pobreza (renda per capita mensal de até R$ 85,00). Ao entrarem no programa, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.