Anterior

CRB vence, CSA empata e ASA perde pela Copa do Brasil

08/02/2018

Anterior

Próxima

MP denuncia fiscais de renda e mais 12 pessoas por lavagem de dinheiro e organização criminosa

08/02/2018

Próxima
08/02/2018 - 13:07
Folia no IFAL Campus Santana: festival carnavalesco leva informação e alegria às vésperas da festa

O clima da maior festa popular do país invadiu a escola
Por: Diego Alves - IFAL
 Foto: IFAL 

Seja nas ladeiras de Olinda, no Marco Zero no Recife, no circuito Barra-Ondina em Salvador, na Marquês de Sapucaí no Rio de Janeiro ou nos blocos de rua em São Paulo ela está ali: a maior festa popular do país reúne milhões de pessoas e movimenta bilhões de reais num curto espaço de tempo. Estamos falando, claro, do Carnaval.

Segundo dados do Ministério do Turismo, a estimativa para 2018 é de que a festa injete mais de 11 bilhões de reais pelo país afora. Além disso, mais de 10 milhões de brasileiros tem destino certo para o período numa das cinco regiões do país, que receberá, ainda, cerca de 400 mil turistas estrangeiros.

Estudantes lotam sala para palestra sobre prevenção da gravidezEm meio a esses milhões de pessoas festivas, a gente deu um jeitinho de incluir toda a escola num dia marcado por informação, agito e muita diversão: nessa quarta-feira (07) o Campus Santana realizou o I Festival Carnavalesco em 2018.

E teve programação para todos os gostos! Na abertura, nossa equipe da enfermagem, recém chegada ao campus, já mostrou a que veio e deu um show de informação, com a palestra "Prevenção da gravidez na adolescência e IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)". Segundo o Ministério da Saúde, somente em 2015 foram registradas 574 mil crianças nascidas de mães entre os 10 e 19 anos. A iniciativa acabou por criar espaços para discussão da sexualidade e da necessidade de utilizar a informação como a melhor forma de prevenção. 


A competição

 

Banda de Frevo da Escola Maria Nepomuceno abrilhanta os festejosO festival criou uma competição entre equipes, constituídas por alunos da casa, cujo resultado final daria aos campeões um acréscimo nas notas no bimestre, além de entrega simbólica de medalhas, o que mobilizou os alunos para caprichar nas três etapas da gincana. A etapa inicial da competição consistiu num quiz de perguntas e respostas sobre temas da atualidade, todos voltados aos assuntos estudados na competição. Na pausa após a prova, houve espaço para uma animada banda de frevo, composta pelos alunos da Escola Maria Nepomuceno Marques, de Santana do Ipanema. A animação e a tradição do frevo uniu professores, técnicos-administrativos e alunos, numa festa animada.

Mas se engana quem pensa que parou por aí. Na segunda parte da gincana, houve espaço para as tradicionais (e engraçadas) provas da corrida de saco, passar por debaixo da cordinha, corrida com ovo na colher e, claro, uma competição de dança entre as equipes, ao som de samba e de frevo.Criatividade e requinte nas fantasias dos alunos foram um show à parte

Um show a parte aconteceu na terceira e última tarefa da competição: os concursos de maquiagem, de estandartes e de fantasias, exibiram um verdadeiro espetáculo, notado no capricho dos nossos alunos com o figurino. Do medo causado por personagens tradicionais de filmes de terror a noivas góticas, as figuras impressionaram pela criatividade e beleza: teve sereia, vampira, fada e muito mais. Em meio a tudo isso, o grupo de artes integradas do Campus, o "Desconstruindo a realidade absoluta" espalhou cartazes pela escola, numa campanha de combate ao preconceito e à cultura do estupro, uma prova do envolvimento social dos nosso discentes, que não passa desapercebido nem nas folias carnavalescas.

Enquanto os alunos focavam na competição, servidores caíam na folia ao som de frevo. Centenas de alunos participaram da festa, que terminou na frente do campus, em grandes tendas montadas ali. Durante a pausa para o lanche dos alunos, a comissão organizadora se reuniu para apurar os resultados finais, que foram divulgados em primeira mão pelas redes sociais. Os momentos que se seguiram foram de festa para a equipe Os Maravigolds  do 4º "A" do Curso Técnico em Agropecuária. Em evento realizado em 2017, a turma já havia conquistado título semelhante, razão pela qual os gritos de "bicampeões" ecoaram pelo campus. Completaram o pódio as equipes Vamos ou Bora e Clube do Winx .MaraviGolds, do 4º A, garante título de campeã

Para o diretor do Campus Santana, Gilberto Neto, o saldo do evento foi altamente positivo graças ao empenho dos servidores e à aceitação dos alunos: "O evento foi organizado em tempo recorde, já que as férias se encerraram no final de janeiro, mas a competência dos nossos servidores faz muita diferença. A comissão e todo nosso grupo está de parabéns por ter conseguido trazer o clima de carnaval sadio para dentro da nossa escola. O sucesso só foi possível também graças a vocês, alunos, que compraram a ideia e tornaram esse dia incrível", afirmou o gestor em discurso no encerramento dos festejos. Agora, alunos e servidores já começam a se articular para a maior festa regional: vem São João por aí! Pra conferir a cobertura completa em fotos e vídeos acesse nossas redes sociais! 






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.