Anterior

70 postos de combustíveis são notificados pelo Procon em Alagoas

28/05/2018

Anterior

Próxima

Transportadores alternativos bloqueiam estrada vicinal do Povoado São Félix

28/05/2018

Próxima
28/05/2018 - 17:23
Preço da gasolina deve continuar aumentando em Alagoas, prevê Sindicombustíveis

Acordo na precificação, com o governo federal, aconteceu apenas para o diesel
Por: Sindicombustiveis-AL
 Foto: Jean Souza 

Em Santana do Ipanema, um dos postos aumentou o preço de R$ 4,66 para R$ 4,81 neste sábado (26).

Após a greve dos caminhoneiros, que nesta segunda chega ao 8º dia de manifestações, o preço de diversos produtos subiu, como é caso dos combustíveis, fruto das contestações dos grevistas. A gasolina, por exemplo, já chega aos R$ 4,59 e, de acordo com o Sindicombustíveis o valor ainda deve aumentar, se aproximando dos R$ 5, e que dificilmente o valor venha diminuir.

Em entrevista ao Bom Dia Alagoas, da TV Gazeta, João Cox, tesoureiro do Sindicombustíveis, afirmou que até o fim desta semana o litro da gasolina deve chegar aos R$ 5 em Alagoas. “Inevitavelmente esse valor vai ter que ser repassado para a população, no mês de junho o valor vai estar acima dos R$ 5, não tem como”, disse o tesoureiro do sindicato que também é empresário no ramo de combustíveis.

Entrevistado diz que pagou R$ 6,30 por litro de gasolina em Maceió

E tem quem afirme que já encontrou valores acima do estimado. Um dos entrevistados apontados na mesma reportagem do Bom Dia Alagoas informou que abasteceu seu veículo com gasolina e o valor do litro estava por R$ 6,30. “Um absurdo, abasteci por R$ 6,30 e só tinha um tipo de gasolina, a qual estava nesse valor”, lamentou.
O Sindicombustíveis questionou diversas situações que podem ter levado ao aumento dos valores. “Foi anunciado que a lucratividade da Petrobras, nos três primeiros meses do ano, foi de sete bilhões. Será é necessário uma lucratividade dessa?”, disse o vice-presidente do sindicato, Adriano Bandeira.

Em entrevista à TV Mar, Adriano informou que em média 40% do que os caminhoneiros ganham com as viagens são destinados aos impostos federais ou ICMS. E relatou que a alta nos combustíveis tem sido registrada desde 2017, quando teve alta de 88% no diesel e 120% na gasolina saindo das refinarias, referindo-se aos tributos federais.

Preço da gasolina deve continuar subindo, é o que diz o Sindicombustíveis

“Outro fator para o aumento é a política de precificação da Petrobras, que acontece diariamente”, no entanto, o governo federal anunciou, na noite do domingo (27), a mudança desse tipo de precificação apenas para o óleo diesel, agora, as alterações nos valores acontecem a cada 30 dias, já para a gasolina a variação de preços continua ocorrendo diariamente.
“Com a política da Petrobras nós não temos visibilidade de estabilidade de preços para a gasolina”, alegou o vice presidente, atribuindo que a alta nos valores dos combustíveis se deve a política de precificação da Petrobras. “Com isso o que é difícil de imaginar é que o valor combustível diminua”, concluiu o vice-presidente do sindicombustíveis.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.