Anterior

TCU: Prefeitos não podem utilizar recursos dos precatórios do Fundef para pagamento de professores

05/07/2018

Anterior

Próxima

Moradia Legal III beneficia mais de 30 mil pessoas no Estado

05/07/2018

Próxima
05/07/2018 - 09:09
Washington Luiz retorna ao Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas

Órgão julgador volta a estar completo, com 15 desembargadores; atividades no Judiciário foram retomadas nesta terça-feira (3), após o recesso
Por: Diego Silveira - Dicom TJAL
 Foto: Caio Loureiro 

O desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas afirmou que volta à judicatura “com a cabeça erguida e a alma revigorada”. Na sessão do Pleno desta terça-feira (3), o magistrado discursou e agradeceu pelo apoio recebido durante o período em que esteve afastado do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), por decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Recebi muitas demonstrações de carinho, respeito e solidariedade. Agradeço a todos que me acompanharam nesse tormentoso período e sou especialmente grato a Deus, por permitir que essa graça fosse alcançada”.

Washington Luiz disse que o período em que esteve afastado foi o mais turbulento de sua vida. Ressaltou que os processos administrativos disciplinares abertos contra ele foram julgados improcedentes pelo CNJ.

E concluiu: “Na vida, existem períodos de sol e de escuridão. Há momentos de esperança e outros de trevas, mas sabemos também que nada é definitivo. Superada essa fase difícil da minha vida, procurarei agir com redobrada cautela e comedimento, em todas as ações da minha vida. Sou consciente de que vários fatores contribuíram para a minha volta, mas o principal foi a misericórdia de Deus”.

Pleno completo

Com o retorno de Washington Luiz, o Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas volta a estar completo, com 15 desembargadores. “Seu retorno é uma prova de justiça. Receba da Presidência e de seus pares um efetuoso abraço”, disse o presidente da Corte, Otávio Praxedes.

Para o desembargador Fernando Tourinho, o dia deve ser comemorado. “Hoje é um dia emblemático para o Poder Judiciário de Alagoas. Devemos agora olhar para a frente. O seu retorno restabeleceu os 15 componentes do Tribunal. É o momento de nos unirmos, de julgarmos mais, de apoiarmos o primeiro grau de jurisdição e darmos melhores condições de trabalho aos servidores”.

O desembargador Klever Loureiro afirmou que Washington Luiz fez muito pelo Tribunal de Justiça. “Vossa sabedoria dignifica o Judiciário alagoano”. O desembargador Celyrio Adamastor também disse estar feliz com o retorno do amigo. “Foi um prazer assinar o seu termo de reassunção de funções. Seja muito bem-vindo”.

O juiz Ney Alcântara, presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), também discursou e disse que a justiça havia sido reparada.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.