Anterior

Brasil tem 147,3 milhões de eleitores aptos a votar nas Eleições 2018

01/08/2018

Anterior

Próxima

XV Festival de Inverno de Água Branca acontece neste final de semana

02/08/2018

Próxima
02/08/2018 - 11:00
Prefeitura de Santana do Ipanema realiza Oficina de Planejamento Reprodutivo

Ação foi realizada em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).
Por: Redação Sertão na Hora
 Foto: Jean Souza 

A Prefeitura de Santana do Ipanema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com a parceria da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) realizou durante os dias 30 e 31 (segunda e terça-feira), uma Oficina de Planejamento Reprodutivo para os profissionais da saúde de Santana do Ipanema.

Médicos e enfermeiros da OMS e OPAS treinaram os profissionais do município com foco nos anticonceptivos e inserção de Dispositivo Intrauterino (DIU) , um dos métodos mais seguros para mulher.

Representando a OMS, a Dra. Carolina Sales Vieira, destacou que um dos focos da oficina é o treinamento dos profissionais de saúde para inserção do Diu de Cobre. "Hoje o Diu de Cobre é considerado um dos métodos mais seguros para a mulher, ele não causa infecção, não interfere com a maioria das doenças, não tem hormônios e dura 10 anos".

Ainda conforme Dra. carolina, o dispositivo tem uma eficácia semelhante a da laqueadura -esterilização voluntária definitiva. "No contexto de nós termos mais de 55% das gestações não planejadas, a capacitação dos médicos é um método que não depende da lembrança da mulher, é muito importante para a qualidade da saúde das mulheres do município.

O prefeito Isnaldo Bulhões destacou que um dos objetivos da oficina, além da capacitação, é a "multiplicação das informações para fortalecer o atendimento às mulheres melhorando a assistência nessa área".

A secretária de Saúde, Normanda Santiago, avaliou a realização da oficina como um ponto positivo para as mulheres planejar uma gravidez: "Todos os profissionais tem que apresentar os métodos anticoncepcionais para as mulheres escolherem o melhor método para evitar uma gravidez", disse a secretária que ainda afirmou que "planejar filhos tem que ser no horário certo de acordo com as condições que estamos vivendo".

Participaram da oficina a primeira-dama Renilde Bulhões, a vice-prefeita Christiane Bulhões, a vereadora Maria Audilene, a secretária de Saúde Normanda Santiago, os médicos da Universidade de São Paulo (USP), Dr. Conrado Ragazini e Dra. Milena Bastos, a enfermeira do Centro Sentinela de Balsas-MA, Liana Bastos, a coordenadora da Atenção Básica, Sibele Arroxelas, membros do Conselho Municipal de Saúde.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.