Anterior

Força Tarefa do 3º BPM recupera motocicleta roubada em Arapiraca

23/10/2018

Anterior

Próxima

Suspeito de chefiar o tráfico e integrar facção criminosa morre em confronto com a polícia em Delmiro

23/10/2018

Próxima
23/10/2018 - 11:32
Pagamento do Bolsa Família do mês de outubro segue até dia 31

O benefício é disponibilizado de acordo com último número impresso no cartão utilizado para o saque. Os recursos ficam disponíveis por até três meses.
Por: MDS
 Foto: Rafael Zart/ MDS 

O pagamento do Bolsa Família de outubro começou nesta quinta-feira (18) e segue até o dia 31. Como em todos os meses, o repasse é realizado de acordo com o Número de Inscrição Social (NIS) impresso no cartão. Aqueles que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses.

O programa é voltado para as famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e que têm renda mensal por pessoa de até R$ 89, além daquelas com renda familiar mensal de até R$ 178 por pessoa e que tenham integrantes gestantes, crianças ou adolescentes. A quantia que cada beneficiário recebe varia conforme o número de pessoas na família, a idade de cada um e a renda declarada.

Além de garantir renda, as famílias beneficiárias assumem compromissos nas áreas de Educação e Saúde. “Na educação, a condição é de que a frequência escolar para os beneficiários seja de 85% até os 15 anos de idade, e de 75% até os 17 anos. Já na saúde, a vacinação e o acompanhamento nutricional das crianças menores de 7 anos e pré-natal das gestantes devem ser acompanhadas”, explica a coordenadora de Acompanhamento de Condicionalidades do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Natália Leitão.

De acordo com a legislação, o não cumprimento das condicionalidades prevê desde advertências aos beneficiários até o bloqueio ou a suspensão do recebimento do benefício.

Como participar?

Para fazer parte do programa, o responsável pela família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou um posto de atendimento do Bolsa Família no município. É necessário levar documentos de identificação pessoal, como RG, carteira de identidade ou carteira de motorista e certidão de nascimento de todas as pessoas que vivem na residência.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.