Anterior

Bebedeira entre amigos termina com um baleado e outro preso em Delmiro Gouveia

01/11/2018

Anterior

Próxima

Prefeitura prepara cemitérios de Santana do Ipanema para Dia de Finados

01/11/2018

Próxima
01/11/2018 - 16:56
Briga pelo acesso na Série B é a mais equilibrada desde 2006
Por: CBF
 Foto: Alisson Frazão/RCortez/CSA 

Faltando cinco rodadas para o fim do Brasileirão Série B, começam as definições de quem conseguirá o acesso à Série A e quem será rebaixado para a Série C. A briga para voltar à elite do futebol brasileiro, no entanto, promete fortes emoções até a última rodada. Isso porque a edição de 2018 é uma das mais equilibradas desde que a competição passou a ser disputada por 20 times, em 2006. Assim como em 2015, a diferença do segundo para o sétimo colocado é de apenas cinco pontos, a menor de todas as edições.

Nesse momento, o grupo dos quatro primeiros é composto pelo líder Fortaleza, Avaí, CSA e Goiás. O Esmeraldino, inclusive, entra em campo nesta quinta-feira (1º) contra o Criciúma, às 19h15, no Estádio Heriberto Hulse. O time goiano possui 53 pontos e vem de duas derrotas consecutivas. Com isso, viu seus rivais do estado encostarem na briga pelo acesso. Atlético-GO e Vila Nova estão logo atrás com apenas dois pontos a menos.

Completando o grupo dos sete primeiros, o Londrina embalou uma sequência de oito jogos seguidos sem derrota e alcançou os 50 pontos. Foram seis vitórias e dois empates nesse período que colocou o Tubarão na disputa pela volta à Série A. Além desses, outros três times ainda sonham com o acesso, mas estão mais distantes na pontuação. Ponte Preta, Guarani e Coritiba ainda possuem chances de chegar nessa briga.

Na outra ponta da tabela, a disputa também está acirrada para se manter na Série B. A diferença de pontos do Brasil-RS (15º) para o Sampaio Corrêa, penúltimo colocado, é de apenas cinco pontos. O time de Pelotas ainda tem um confronto direto logo mais contra o Juventude, que é o primeiro time na zona de rebaixamento com 35 pontos. As equipes se enfrentam no Alfredo Jaconi, às 21h30.

Confira abaixo a diferença de pontos entre o segundo e o sétimo colocado desde 2006.

2018 - 5 pontos

2017 - 13 pontos

2016 - 8 pontos

2015 - 5 pontos

2014 - 13 pontos

2013 - 10 pontos

2012 - 17 pontos

2011 - 8 pontos

2010 - 14 pontos

2009 - 15 pontos

2008 - 10 pontos

2007 - 6 pontos

2006 - 9 pontos






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.