Anterior

A evolução dos times alagoanos na Série B do Brasileirão

27/11/2018

Anterior

Próxima

Santana do Ipanema lidera ranking de município com mais inscrições no Cadastro Ambiental Rural

27/11/2018

Próxima
27/11/2018 - 06:00
Isnaldo Bulhões é homenageado em solenidade no Tribunal de Contas do Estado
Por: Redação Sertão na Hora
 Foto: Jean Souza 

A Escola de Contas Públicas Conselheiro José Alfredo de Mendonça, criada em 2003, pelo Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, completou 15 anos de atividades nesta segunda-feira (26) e comemorou a data com uma solenidade, no Auditório do TCE, com uma homenagem especial ao seu patrono e aos conselheiros ex-diretores gerais da entidade.

O atual prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões, que já foi presidente do TCE e dirigiu a Escola de Contas foi homenageado durante o evento. Ele recebeu uma placa comemorativa pelo "reconhecimento do seu excelente desempenho funcional no biênio 2007/2008, em prol da Escola de Contas".

Momentos de emoção e de grande participação de conselheiros e servidores do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas e de amigos e familiares do conselheiro aposentado José Alfredo de Mendonça, durante a homenagem que lhe foi prestada. Por decisão unânime do Pleno, ele recebeu a Comenda Guilherme Palmeira, a mais alta honraria conferida pelo Tribunal de Contas de Alagoas a personalidades que de fato se destacaram dando sua contribuição para a consolidação, avanços e bom desempenho do papel institucional da Corte de Contas.

A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e terno

A comenda foi entregue pela conselheira Maria Cleide Beserra, representando a presidente Rosa Albuquerque, que não pode comparecer ao evento. A solenidade realizada no auditório do TCE-AL, foi conduzida pelo diretor-geral da Escola, conselheiro Otávio Lessa, e também prestou homenagem a todos os conselheiros que ao longo desses 15 anos dirigiram a Escola de Contas e à servidora Lídia Machado Tavares Mendes, pelos serviços prestados à escola nos últimos 12 anos.

Familiares falaram em nome do homenageado que, mesmo enfermo, fez questão de comparecer à solenidade. E destacaram a honra e a alegria pelo reconhecimento ao seu trabalho no Tribunal de Contas do Estado de Alagoas e na Escola de Contas.

A solenidade comemorativa aos 15 anos da Escola de Contas também teve o lançamento da Cartilha “A Sociedade fiscalizando a aplicação dos recursos públicos”; palestra espiritual com o palestrante Vitor José e bênção da Placa comemorativa de aniversário, conduzida pelo Cônego Severino Fernando de Souza Neto, reitor da Catedral Metropolitana de Maceió.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, área interna

SOBRE O HOMENAGEADO

Em sua saudação ao homenageado, o conselheiro Otávio Lessa, destacou o trabalho realizado pelo conselheiro aposentado José Alfredo de Mendonça, que o fez merecedor desta e de outras homenagens recebidas do TCE e da Escola de Contas, da qual foi o segundo diretor-geral e é patrono.

“O nosso homenageado ingressou como membro do Conselho de Finanças que deu origem ao Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, em fevereiro de 1959, por ato assinado pelo então Governador do Estado, Sebastião Marinho Muniz Falcão, sendo, à época, o mais jovem dentre os participantes do Corpo Deliberativo”, destacou o conselheiro Otávio.

Além da direção-geral da Escola de Contas, o homenageado exerceu os cargos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral do TCE-AL, até afastar-se de suas funções em 2007, em razão de aposentaria compulsória, por ter alcançado a idade limite estabelecida pela legislação que rege as Cortes de Contas do País.

O nome do Conselheiro José Alfredo de Mendonça, proposto pelo conselheiro Otávio, foi aprovado por unanimidade, em sessão do Pleno do TCE, com manifestações de reconhecimento da presidente do TCE, conselheira Rosa Albuquerque e dos demais conselheiros aos relevantes serviços por ele prestados à instituição.

SOBRE A ESCOLA DE CONTAS

A Escola de Contas Públicas Conselheiro José Alfredo de Mendonça foi criada por iniciativa do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, através da Lei Estadual 6.420, de 28 de novembro de 2003. Integradas à Escola, funcionam um Centro de Treinamento e um Laboratório de Informática.

Ao longo de sua existência a Escola de Contas do TCE-AL foi dirigida pelos conselheiros: José de Melo Gomes, José Alfredo de Mendonça, Isnaldo Bulhões Barros, Cícero Amélio da Silva, Maria Cleide Costa Beserra, Luiz Eustáquio Toledo, Anselmo Roberto de Almeida Brito e, atualmente, Otávio Lessa Santos.

Nesses 15 anos de atividades ela vem desenvolvendo um projeto de fortalecimento institucional, através da oferta continuada de oportunidades de capacitação e qualificação profissional, atenta às necessidades de melhoria do desempenho dos servidores do Tribunal de Contas, gestores, contadores e controladores dos órgãos públicos do Estado e dos Municípios alagoanos, sempre buscando a atualização em relação ao exercício do controle externo – papel fundamental do Tribunal de Contas - dentro do que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.