Anterior

Prefeitura de Santana do Ipanema libera pagamento do funcionalismo de Junho

27/06/2019

Anterior

Próxima

PRF prende motorista por adulteração de veículo na BR – 423 em Canapi

28/06/2019

Próxima
28/06/2019 - 11:00
Ifal Campus Santana conquista prêmio no maior evento de marketing do Nordeste

Conheça os projetos que se destacaram no Trakto Mkt Show 2019
Por: Diego Alves - IFAL
 Foto: IFAL 

Quase todas as histórias das centenas de estudantes que circulam entre os corredores e as salas de aulas do campus do Ifal em Santana do Ipanema começam com o sonho de pertencer à melhor escola pública do sertão. Concluir o curso, deixar a instituição com um diploma de técnico na mão e aspirar o acesso a níveis mais elevados de ensino quase sempre constam como sinônimos de sucesso, mas na biografia dos discentes Adeildo Vieira, André Santos e Brida Petronilo a participação no Trakto Mkt Show 2019 vai ganhar páginas ainda mais especiais, que contam um caso de amor com o Ifal.

Reconhecido como o maior evento de marketing, vendas e empreendedorismo do Nordeste, o Mkt Show criou o prêmio "Boas Ideias não tem idade", com o objetivo de reconhecer iniciativas pioneiras, capazes de impactar a realidade das comunidades nas quais os estudantes estão inseridos. Pelo menos 25 iniciativas de instituições públicas de ensino disputaram as cinco vagas na fase final da competição, que aconteceu na noite dessa quarta-feira (26), no Centro de Convenções Ruth Cardoso, na capital alagoana Maceió.

Celeiro de boas ideias

Em abril, como parte da programação da Semana Integradora de Tecnologia, Ciência e Cultura (SITECC), o Campus Santana promoveu sua tradicional Feira de Ciências. Com portas abertas à comunidade externa,  estudantes expuseram projetos científicos que conectavam ensino, pesquisa, extensão e inovação.

Da exposição ao público, dois projetos fizeram um trampolim para se destacar num dos maiores eventos de marketing do país. Campeão na Feira, o projeto PalmaPack, orientado pelo docente Augusto Araújo, chegou à final do prêmio "Boas ideias não tem idade", com a proposta de criar embalagens biodegradáveis a partir do aproveitamento da fibra da palma forrageira. A ideia sustentável foi apresentada no evento pelos estudantes Luiz Gabriel Souza, Guilherme Clemente e Lirys Maciel.

Também premiado na Feira de Ciências, o projeto Condenses Wind Bases conquistou o criterioso voto do time de jurados e triunfou como terceiro colocado na disputa. Orientados pelo docente Rodolfo Luna, Adeildo, André e Brida apresentaram uma iniciativa que pretende transformar em mocinho o grande vilão da conta de energia elétrica: o ar condicionado. A partir de um esmerado trabalho de pesquisa, a turma chegou a ideia de reutilizar a energia dos ventos liberados pelas condensadoras dos aparelhos, auxiliando no controle do consumo da energia utilizada pelo equipamento que, segundo a Eletrobrás, em alguns casos pode responder por mais de 50% da conta mensal.

Ifal transformando vidas

Campeã da disputa em 2018, a estudante do Campus Santana, Ingrid Pereira, entregou o prêmio de terceiro lugar aos discentes. Ao lado de Ericka Cristina e Rafael Prudente, Ingrid apresentou, em 2018, o projeto "Efficient Water" que propôs a criação de  uma cápsula de poliacrilato de sódio, capaz de melhorar a perfomance da umidade do solo em regiões de clima semiárido, como a do sertão alagoano, algo similar ao que é usual nas fraldas descartáveis, por exemplo.

"Essa conquista mostra que, independente de cor, de local, bastam as oportunidades surgirem para que esses meninos e meninas mostrem o tamanho de seu potencial", destacou, emocionado, Rodolfo Luna, professor orientador do projeto, ao comentar a conquista do terceiro lugar de sua equipe.

Na entrega do prêmio, um discurso se destacou. A estudante Brida Petronilo emocionou e arrancou aplausos do público ao enfatizar o papel transformador que o Ifal desempenha junto aos jovens do sertão alagoano: "Quero lembrar a importância do Ifal e o poder de transformação que a educação pública de qualidade tem, porque se nós estamos aqui hoje é graças à instituição que vem transformando o sertão alagoano de uma forma sem igual", afirmou a discente, que lembrou, ainda, que o trabalho de docentes e técnicos administrativos estava representado no prêmio.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.