Anterior

Prefeitura de Santana do Ipanema e Sebrae firmam parcerias para Programas de Capacitação

17/08/2019

Anterior

Próxima

CRB perde para o Vitória e se afasta do G-4 da Série B

19/08/2019

Próxima
17/08/2019 - 15:31
Dois jovens são assassinados em Delmiro Gouveia

Duplo homicídio foi registrado na tarde desta sexta-feira (16)
Por: Redação Sertão na Hora com Ítalo Timóteo
 Foto: Ítalo Timóteo 

Dois jovens, identificados como Fábio Elias da Silva e Ricart Lino Moreira foram assassinados a tiros na tarde desta sexta-feira, 16, por volta das 13h40min, na Rua Floriano Peixoto, no centro da cidade de Delmiro Gouveia.

O delegado regional Rodrigo Rocha Cavalcanti falou ao site italotimoteo.com.br e informou que a polícia já obteve várias informações sobre o atentado a balas que deixou os jovens da mesma idade mortos, porém não divulgou para não atrapalhar as investigações. “Estamos trabalhando na linha de execução”.

No local do crime a reportagem apurou que os dois rapazes que seriam primos estariam bebendo quando homens em um carro se aproximaram e efetuaram os disparos nos dois rapazes. Ricart Lino que era funcionário da Galeria Bezerra e Filhos ainda tentou fugir, mas não obteve êxito e morreu. Fábio Elias nem se quer levantou da cadeira e foi atingido com vários disparos.

Perguntado pela reportagem sobre a possibilidade de Fábio Elias ser o principal alvo dos criminosos e Ricart Lino ter morrido por queima de arquivo, que é quando o crime é realizado e deixa testemunhas. O delegado respondeu que ainda é muito cedo para afirmar tal situação. “O que se sabe até agora é que mais de uma pessoa participou do crime e que eles estariam dispostos a matar", salientou a autoridade policial.

O local onde aconteceu o crime foi isolado para os trabalhos do Instituto de Criminalística (IC). A Perícia Oficial de Alagoas divulgou um resultado preliminar. Para um dos peritos, que não quis se identificar, Fábio Elias e Ricart Lino podem ter sidos executados com apenas um tiro que atingiu na nuca e costas, respectivamente. “O Fábio Elias estava com um tiro na nuca, já o Ricart com o tiro nas costas, e um corte profundo na cabeça, esse não pudemos identificar se foi provocado pelo disparo ou pela queda, somente o legista poderá confirmar”, disse um perito.

Após os trabalhos de investigações, os corpos foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.