Anterior

Homem é preso depois de ameaçar a mãe com um machado na cidade de Piranhas

30/09/2019

Anterior

Próxima

Com redução de imposto do Governo, Latam amplia em 15% voos ofertados em Alagoas

30/09/2019

Próxima
30/09/2019 - 08:50
Hospital da Mulher é inaugurado e começa a funcionar nesta segunda (30)

Governador Renan Filho abriu as portas da nova unidade de saúde ao lado de 6 mil alagoanos, entre eles prefeitos, deputados estaduais e a bancada federal
Por: Texto de Luciana Buarque
 Foto: Márcio Ferreira 

Ao lado de cerca de 6 mil de alagoanos, o governador Renan Filho inaugurou, neste domingo (29), o Hospital da Mulher Dra. Nise da Silveira, o primeiro de Alagoas totalmente dedicado à saúde da mulher. A nova unidade, localizada no Poço, em Maceió, já abre as portas para atendimento ao público nesta segunda-feira (30).

Foram investidos, em recursos próprios, R$ 30,8 milhões na construção e cerca de R$ 8 milhões em equipamentos para a unidade, que tem 127 leitos, capacidade para mais de 200 partos e 6 mil atendimentos por mês, e mais um significado histórico: é o primeiro hospital público inaugurado na capital em quatro décadas.

“É um marco para a saúde de Alagoas. Há 40 anos não se construía um hospital em Maceió a partir do zero, e o Estado sequer tinha rede pública. Esse é um momento em que a saúde do Estado volta a receber investimentos capazes de melhorar a vida de todos os alagoanos, e nesse caso, especialmente, a vida das alagoanas”, afirmou Renan Filho em coletiva de imprensa.

A inauguração contou com a presença de todas as deputadas estaduais e prefeitas alagoanas, prefeitos, deputados estaduais e toda a bancada federal. Entre eles, o senador Renan Calheiros, que destacou a superação do problema histórico de falta de leitos no estado. “Quando o governador Renan Filho assumiu o Governo do Estado, vocês lembram que Alagoas tinha um déficit de leito hospitalar muito grande. Enquanto vemos hospitais fechando no país, inclusive UPAs, o governador está reconstruindo a rede pública de saúde”, afirmou o senador.

Após a solenidade, autoridades e a imprensa acompanharam o governador em visita a alas do hospital, que, de acordo com Renan Filho, quer ser referência em humanização: “Queremos ser referência nacional em atendimento humano, proximidade com as famílias e estímulo ao parto natural. Vocês vão ver que sai aquele tipo de saúde antigo, que era gerida de maneira improvisada, e entram as melhores tecnologias e novas tendências”.

Seis mil alagoanos, entre eles prefeitos, deputados estaduais e a bancada federal, acompanharam a inauguração (Márcio Ferreira e Felipe Brasil)

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, falou sobre os serviços inovadores do hospital: “Teremos um ambulatório voltado exclusivamente ao público LGBT, o que é um grande ganho e inovação na saúde pública em Alagoas. Teremos aqui a Rede de Atenção à Vítima de Violência Sexual, com psicólogas, médicos legistas, agentes da Polícia Civil, para que a mulher violentada, ao invés de percorrer vários caminhos, venha somente ao Hospital da Mulher. E teremos, principalmente, o fortalecimento e resgate do parto humanizado”.

De acordo com o governador, o novo equipamento de saúde mais que duplica a oferta dos serviços em Maceió e aumenta a do interior do estado. “Isso quando o Brasil vive um momento de muita dificuldade”, destacou, confirmando também que até o final deste ano o Estado vai lançar o edital do concurso público para a Saúde.

Clique aqui para ver todas as especialidades e serviços do Hospital da Mulher.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.