Anterior

Aeroporto de Maceió recebe três prêmios na categoria até cinco milhões de passageiros

05/03/2020

Anterior

Próxima

Catalunha: cientistas desenvolvem medicamento contra novo coronavírus

05/03/2020

Próxima
05/03/2020 - 10:18
Com gol no fim, Náutico vence o CRB fora de casa pela Copa do Nordeste

No Rei Pelé, Timbu saiu na frente, viu o Galo virar o jogo, mas com um gol no apagar das luzes conquistou mais três pontos na Copa do Nordeste
Por: CBF
 Foto: Gustavo Henrique/CRB 

Em jogo de muitos gols e duas viradas, o Náutico venceu o CRB por 3 a 2, pela sexta rodada da Copa do Nordeste. No Rei Pelé, Luidy e Léo Príncipe marcaram para o time da casa, enquanto Luanderson, Jorge Henrique e Jean Carlos anotaram os gols da vitória do Timbu na noite desta quarta-feira (4).

Com o resultado, o Náutico pulou momentaneamente para a vice-liderança do Grupo B, com 11 pontos. Já o Galo tem cinco e caiu para a sexta colocação do Grupo A. Confira a tabela completa da Copa do Nordeste!

O jogo

Entrando na reta final da Primeira Fase da Copa do Nordeste, CRB e Náutico foram para o jogo de olho na classificação para o mata-mata. Logo aos cinco minutos, o Timbu assustou em chute de Jean Carlos, que parou em boa defesa de Edson Mardden. Os visitantes chegaram de novo, aos 19, e dessa vez não desperdiçaram. Após cobrança de escanteio, Luanderson fez o desvio providencial para abrir o placar no Rei Pelé: 1 a 0. Mas a vantagem pernambucana durou pouco. Aos 22, Luidy bateu de fora da área para deixar tudo igual. As emoções iniciais pararam por aí. Já na marca dos 40, o Náutico voltou a levar perigo pelos pés de Wilian Simões.

No segundo tempo, foram os donos da casa que começaram no ataque. Aos nove, Luidy teve mais uma boa chance, mas parou na marcação do Timbu. O camisa 7 do CRB apareceu novamente no minuto seguinte e arriscou a finalização de fora da área, que passou com perigo pelo gol de Jefferson. A virada do Galo veio aos 22. Léo Príncipe recebeu de Rafael Longuine e soltou uma bomba para fazer 2 a 1. Assim como na etapa inicial, a vantagem no marcador não permaneceu por muito tempo. Jorge Henrique, aos 29, empatou o jogo para os visitantes. Quando o duelo parecia se encaminhar para uma igualdade, Jean Carlos resolveu para o Náutico. Já nos acréscimos, o meia cobrou falta com categoria para dar números finais ao confronto: 3 a 2.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.