Anterior

4ª Vara de Penedo destina cerca de R$ 290 mil para combate ao Coronavírus

24/03/2020

Anterior

Próxima

Prefeitura inicia vacina em domicílio para idosos e acamados em Santana do Ipanema

24/03/2020

Próxima
24/03/2020 - 22:35
Em AL, 45 municípios cancelam entrega do peixe da semana santa para conter o COVID-19

Pelo menos 45 municípios cancelaram a entrega para evitar aglomerações e conter o contágio do coronavírus
Por: Redação Sertão na Hora
 Foto: Ilustração 

Pelo menos 45 municípios alagoanos aderiram a um ato preventivo e cancelaram a entrega do tradicional peixe da semana santa. Em nota, os prefeitos explicaram que seguiram orientações do Ministério da Saúde, Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e Governo do Estado para evitar aglomerações e conter o contágio do COVID-19.

Confira a lista dos municípios: Olho d'Água das Flores, Carneiros, Senador Rui Palmeira, São José da Tapera, Monteirópolis, Cacimbinhas, Olivença, Major Izidoro, Mata Grande, Inhapi, Batalha, Pão de Açúcar, Campo Alegre, Igaci, Teotônio Vilela, Coité do Noia, Pilar, Porto Calvo, Campestre, Barra de São Miguel, Craíbas, Messias, Estrela de Alagoas, Feliz Deserto, Lagoa da Canoa, Jequiá da Praia, Boca da Mata, Santa Luzia do Norte, Tanque d'Arca, Satuba, Jundiá, Atalaia, Olho d´Água Grande, Junqueiro, Marechal Deodoro, Passo de Camaragibe, Murici, Jacuípe, Barra de Santo Antônio, Paripueira, Porto de Pedras, Porto Calvo, Campestre e Colônia Leopoldina.

Veja a nota na íntegra

NOTA OFICIAL

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, AMA e Governo do Estado para evitar aglomerações e conter o contágio do COVID-19, os prefeitos dos municípios listados abaixo decidiram, coerentemente, e pensando nesse primeiro momento na saúde, na contenção e no bloqueio da proliferação do vírus, que a tradicional entrega do peixe da semana santa ficará cancelada.

Vale ressaltar que há 4 semanas atrás, na Itália, existiam 20 casos de COVIC-19. As autoridades pediram para a população ficar em casa. Os italianos acharam que era férias dos seus serviços e afazeres e hoje estão com mais de 6.000 mortes.

É PRECISO QUE TODOS ENTENDAM: Evitar aglomerações é uma questão de RESPONSÁBILIDADE.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.